100% natural, a pensar na sua saúde

Para si, a experiência da Medicina Chinesa

DADOS PESSOAIS








DADOS PARA CONSULTA

É a sua primeira consulta nas Clínicas Pedro Choy?


* Campos de prenchimento obrigatório

A marcação da sua consulta carece de confirmação por parte da Clínica. Aguarde pelo nosso contacto.

Termos e condições | Políticas de Privacidade

Coração, o "Imperador"

 
A Medicina Chinesa é uma Medicina Energética. Trata a Saúde e a sua Manutenção através da obtenção de equilíbrios e, mais concretamente, de equilíbrios energéticos.


À luz desta medicina energética equilibrar significa pôr em relação os diferentes “Sistemas” - como são o Sistema Respiratório, Digestivo, Articular, Musculosquelético… - bem como os diferentes órgãos e tecidos internos e as suas inerentes funções.
E o Coração não é exceção; tanto mais que, para a Medicina Chinesa, ele tem o papel do Imperador.
Entre as suas funções, está reger o sangue e a circulação sanguínea… mas cabe-lhe também uma ação sobre o “Estado de Espírito” que se traduz na nossa vitalidade, entendendo-se esta nas suas várias vertentes, desde física a emocional.

Se o Coração não estiver em equilíbrio energético, essa circulação é mais difícil, chegando mesmo a bloqueios expressivos; se a sua função energética não estiver harmonizada, a forma como os vários aspetos da vida diária vão condicionar os nossos estados de espírito é mais condicionante e suscetível de trazer desarmonia, tristeza, preocupação, angústia…

Tratar o Coração em Medicina Chinesa torna possível tratar vários aspetos, desde os mais palpáveis e materiais – sangue, circulação, tensão arterial, artérias e veias… – aos outros que se prendem com sentimentos, insónia, perdas de memória, tristezas, ansiedades, angústia, depressão…
Tratar o Coração em Medicina Chinesa pode implicar tratar outros Sistemas e/ou órgãos e/ou funções com ele relacionadas como, por exemplo, défices de circulação do sangue no coração e nas artérias podem implicar vigiar a energia do Pulmão, dado o seu contributo para a formação de uma energia chamada Zhong Qi, que é responsável pela circulação de sangue nas artérias do coração (as coronárias) e nas artérias em geral ou insuficiências digestivas podem causar enfraquecimento do sangue e fragilizar a função cardíaca e a oxigenação dos tecidos.

Outra curiosidade é a Medicina Chinesa considerar que o coração aloja a mente, daí que se relacione sofrer do coração com alterações emocionais, e que as alterações emocionais afetem o Coração.
A memória para a Medicina Chinesa também depende do Coração.

O Coração é, assim, muito mais do que uma simples bomba propulsora da circulação do sangue. A sua energia – não esqueçamos que tem um papel de Imperador - é imprescindível para o funcionamento equilibrado de todo o corpo e pode, por exemplo, ser avaliada na ponta da língua, no pulso e na face, sobretudo no ponto entre os olhos, onde observamos o estado do Shen (mental).
Medicina Chinesa e Coração: tratam-se equilíbrios para ter Saúde e para manter a Saúde.
Trata-se o Imperador para o equilíbrio geral ser devidamente coordenado.

Partilhar:

Artigos Relacionados:

Sem artigos relacionados

Voltar

Outras NOTÍCIAS

NEWSLETTER

Indique-nos o seu nome e email, e receba as nossas novidades em primeira mão.

SIGA-NOS

2ª a 6ª - 8h00-20h30
Sábado - 8h00-13h30
Domingo - Encerrado